É possível fazer transferências bancárias internacionais através do Multibanco? Saiba tudo

A rede Multibanco inclui caixas automáticas, terminais de pagamentos e outros serviços financeiros populares entre os portugueses. 

No entanto, ao dirigir-se a uma caixa automática Multibanco para fazer uma transferência bancária vai deparar-se com algumas limitações: o sistema só permite inserir o NIB de uma conta bancária e não o IBAN necessário para uma transferência bancaria internacional.

Neste artigo vai poder perceber as vantagens e desvantagens das transferências Multibanco. E conhecer as alternativas para fazer transferências bancárias internacionais, como a Wise, os serviços digitais dos bancos ou a Western Union.

Abra a sua conta WiseDescubra outros operadores digitais

Que transferências posso fazer no Multibanco?

As caixas automáticas Multibanco apenas permitem fazer transferências nacionais. O sistema Multibanco notabilizou-se ao longo dos anos pela versatilidade dos seus serviços onde se incluem os pagamentos de serviços, os pagamentos ao Estado ou o carregamento de telemóveis. Ainda assim, as transferências internacionaias não fazem parte das opções disponíveis. 

O sistema Multibanco é uma ótima maneira de fazer transferências entre contas portuguesas sem custos. Caso pretenda fazer uma transferência bancária internacional, apresentamos-lhe em seguida algumas das alternativas mais populares para completar a operação.

Em 2016, o IBAN substitui o NIB como identificador único das contas portuguesas. No entanto, as transferências do Multibanco continuam a ser feitas através do NIB: como enviar remessas para o estrangeiro não é possível no Multibanco, o sistema não teve que ser atualizado.

Alternativas ao Multibanco para transferências bancárias internacionais

Existem várias formas de fazer transferências bancárias internacionais a partir de Portugal. Para enviar a sua remessa pode recorrer a:

  • Bancos tradicionais

  • Contas digitais multimoeda (como a Wise)

  • Envios em numerário (através de operadores como a Western Union)

    Muitos bancos tradicionais permitem realizar transferências para o estrangeiro através dos seus canais digitais, pelo telefone ou dirigindo-se a uma agência física, mas podem ter custos consideráveis, que explicaremos em maior detalhe mais adiante.

Nas contas digitais multimoeda, como a da Wise, a transferência é feita online de forma rápida e segura. A vantagem destes operadores especializados passa pelo seu processo intuitivo e pelo baixo custo das transferências internacionais. Para além disso, como pode guardar o seu saldo em várias moedas, consegue evitar tarifas de conversão.

Também é possível enviar remessas em numerário, através de empresas como a Western Union. A possibilidade de enviar e receber dinheiro em numerário é atrativa sobretudo quando um dos intervenientes não tem conta bancária.

Abra a sua conta WiseDescubra outros operadores digitais

Bancos onde pode fazer uma transferência bancária internacional

A maioria dos bancos tradicionais permite fazer transferências bancárias internacionais para praticamente qualquer parte do mundo. Para dar a ordem de transferência podem existir três métodos disponíveis: 

  • canais digitais do banco; 

  • telefone; 

  • ao balcão.

Alguns bancos disponibilizam apenas um dou dois destes métodos, mas vários bancos de maior dimensão permitem dar ordens de transferências ao balcão, por telefone e em formato digital.

Exemplos disso são a Caixa Geral de Depósitos e o Millennium BCP. Já o Santander limita as transferências não SEPA aos canais digitais e balcões do banco. 

Tal como acontece com os restantes bancos portugueses, pode fazer transferências bancárias através de Multibanco nestes três bancos, mas não para contas de outro país.

Transferência bancária internacional com a Caixa Geral de Depósitos

As transferências da Caixa Geral de Depósitos para fora do espaço SEPA acarretam duas taxas e o imposto de selo: 0,25% (para fazer a transferência por débito em conta) + 0,35% pela comissão OUR; sobre estas duas taxas incide o imposto de selo de 4%.

No entanto, deve ter  em conta que existem custos mínimos. A tarifa mínima por débito em conta é de 20 € ao balcão e por telefone, e de 15 € nos canais digitais. A este valor deve ainda somar a tarifa mínima da comissão OUR que é de 35 € ao balcão e 25 € nos canais digitais.

Transferência bancária internacional com o Millennium BCP

O BCP apresenta uma estrutura de custos mais unificada com uma taxa única sobre as transferências para fora do espaço SEPA. A taxa é 0,25% nas transferências ao balcão e pelo telefone, e de 0,20% nas transferências online (sobre o valor final da taxa incidem também os 4% de imposto de selo).

Mais uma vez não deve perder de vista os custos mínimos envolvidos. Nas transferências ao balcão e por telefone há uma comissão mínima de 24,04 €, que nos canais digitais passa a 19,23 €.

Transferência bancária internacional com o Santander

As transferências do Santander para fora do espaço SEPA implicam uma taxa de 0,35% na modalidade OUR (despesas da transferência assumidas na totalidade pelo emissor da transferência), sobre a qual se aplicam os 4% de impostos de selo e ainda podem acrescer custos de telecomunicações.

Neste caso, os custos mínimos são de 29€ nas transferências ao balcão e 15€ nas transferências pela internet.

Os custos de uma transferência internacional

Uma transferência bancária internacional pode implicar custos consideráveis, sobretudo para fora do espaço SEPA. Estes custos fazem-se sentir, por norma, de duas maneiras:

  • Tarifas do serviço

  • Taxa de câmbio

As tarifas do serviço podem variar significativamente, consoante o banco ou operador que escolha para fazer a transferência. Pode haver uma ou mais comissões aplicadas: a maioria dos bancos opera as suas transferências internacionais não-SEPA através da rede SWIFT e à tarifa do serviço podem acrescer custos com intermediários. 

Tenha também em atenção que grande parte dos bancos têm custos mínimos bastante significativos para a suas transferências bancárias internacionais, como pode consultar na secção anterior. Terá sempre que os pagar, mesmo que queira enviar um montante reduzido. 

Outros operadores fazer as suas tarifas depender do método de pagamento, moedas envolvidas e país de destino.

Taxas de câmbio de uma transferência internacional

Apesar das tarifas de serviço praticadas por várias instituições, a taxa de câmbio é muitas vezes o custo mais importante de uma transferência internacional: grande parte dos operadores aplica uma margem de lucro sobre a taxa de câmbio comercial, criando um “custo escondido” na sua transferência. 

Os operadores online são frequentemente a opção mais competitiva para enviar dinheiro para o estrangeiro. Pode perceber se a taxa de câmbio oferecida lhe é favorável comparando a cotação do operador com os valores da taxa de câmbio comercial, que pode consultar no Google ou em sites de referência como a Reuters.

No caso da Wise, é aplicada a taxa de câmbio comercial sem custos escondidos, o que a torna uma excelente opção. Também a Western Union consegue frequentemente ser mais barata que os bancos tradicionais nos seus serviços de digitais, apesar da margem na taxa de câmbio. Os envios em numerário, por outro lado, têm quase sempre taxas mais desfavoráveis.

Quanto tempo demora uma transferência com o Multibanco?

As transferências Multibanco apenas permitem enviar dinheiro para contas portuguesas e demoram até dois dias úteis:

  • Transferências para o mesmo banco são creditadas no próprio dia

  • Transferências para outro banco até às 15h de um dia útil são creditadas até ao dia útil seguinte

  • Transferências aos fins-de-semana, feriados ou depois das 15h são creditadas em 2 dias úteis

Para transferências bancárias internacionais terá que recorrer a outras soluções:

  • Wise: 40% das transferências são instantâneas e a maioria é entregue em 24 horas;

  • Western Union: Transferências digitais demoram entre 1 e 3 dias úteis na maioria dos casos (podem ser instantâneas nos envios em numerário - mas com custos acrescidos)

  • Bancos tradicionais: Transferências SEPA entregues em 0-2 dias úteis, transferências não-SEPA podem variar consideravelmente, mas por norma chegam numa semana.

Vantagens e desvantagens das transferências Multibanco

A rede Multibanco tem várias vantagens:

  • Transferências nacionais gratuitas;

  • Grande disponibilidade de caixas automáticas em todo o território nacional;

  • Solidez, credibilidade e segurança.

Mas também algumas desvantagens:

  • Transferências bancárias internacionais indisponíveis;

  • Impossibilidade de fazer transferências instantâneas para contas de outras bancos;

  • Necessidade de sair de casa e dirigir-se fisicamente a uma caixa automática.

Como fazer uma transferência Multibanco?

Realizar uma transferência Multibanco é bastante simples:

  1. Dirija-se a uma caixa automática Multibanco e introduza o seu cartão de débito ou crédito;

  2. Digite o seu código;

  3. Escolha a opção “Transferências”, no menu apresentado;

  4. Confirme que concorda com os prazos de envio apresentados;

  5. Introduza o NIB da conta de destino;

  6. Confirme a operação e está feito!

No entanto, como referido anteriormente, esta opção apenas é válida para transferências nacionais. Caso queira enviar dinheiro para uma conta bancária de outro país terá que recorrer a uma alternativa e neste artigo apresentamos-lhe algumas.

Conclusão

Os serviços Multibanco são uma referência pela forma como permitem fazer vários tipos de operações financeiras, em Portugal, num só sistema e quase sempre sem custos. A esmagadora maioria das pessoas que tem conta bancária portuguesa recorre ao serviço com alguma regularidade, e não é por acaso.

No entanto, o Multibanco foca-se nas transações portuguesas e não permite fazer transferências bancárias internacionais. Esta lacuna é preenchida por um número crescente de alternativas, nomeadamente os novos operadores digitais, que conseguem fazer estas transferências de forma cómoda e eficiente, muitas vezes de forma mais competitiva que os bancos tradicionais.

Ao longo deste artigo pôde conhecer algumas dessas alternativas, com o objetivo de o ajudar a tomar uma decisão mais informada, da próxima vez que precisar de transferir dinheiro para o estrangeiro.

 

Abra a sua conta WiseDescubra outros operadores digitais

FAQ

É possível fazer transferências internacionais com o Multibanco?

Não, as operações Multibanco só estão disponíveis para pagamentos e transferências nacionais.

Quanto custa uma transferência Multibanco?

As transferências Multibanco não têm qualquer custo, mas só podem ser feitas entre bancos portugueses.

Quanto demora uma transferência Multibanco?

As transferências Multibanco demoram no máximo 2 dias úteis.

Por Lucia Martin
Atualizado em 13 de setembro de 2022