Como abrir uma conta em Portugal como não residente

Pretende abrir uma conta bancária em Portugal como não residente? Quer tenha acabado de chegar ao país ou esteja a pensar mudar-se ou investir no futuro, é importante conhecer todos os requisitos para abrir uma conta em Portugal sem ter residência oficial no território. 

Ao longo deste guia vai poder entender todos os detalhes das contas para não residentes, quer já esteja a viver em Portugal ou planeie vir no futuro, incluindo todos os documentos necessários.

Vamos analisar várias soluções disponíveis, juntamente com os seus custos, funcionalidades e processos. E compará-las com as soluções simplificadas dos novos operadores digitais, como a Wise ou a Revolut. Continue a leitura para saber tudo e descobrir a melhor solução para si. 

Descubra a WiseOutros provedores disponíveis

De que documentos preciso?

Os documentos necessários para abrir uma conta num banco tradicional são, por norma, os seguintes:

  • Documento de identificação (cartão de cidadão ou passaporte);

  • Comprovativo de morada (conta da água, luz ou internet);

  • Comprovativo de rendimentos (recibo de vencimento, contrato ou declaração da entidade patronal).

Alguns bancos podem obrigar à apresentação de um NIF (número de identificação fiscal) português. É possível solicitar o NIF mesmo sem residir em Portugal, através do Portal das Finanças online ou presencialmente nos serviços das finanças portugueses. 

Para concluir o processo de requisição do NIF para cidadãos estrangeiros, terá que remeter cópias de um documento de identificação e comprovativo de morada (caso a morada não conste do documento de identificação), para além de uma procuração com poderes de representação no caso do pedido não ser feito diretamente por si. 

Caso seja cidadão europeu ou residente legal num país da União Europeia tem a vida facilitada, já que os bancos dos Estados-membros não lhe podem recusar a abertura de conta, de acordo com a lei comunitária. 

Livre-se da burocracia com soluções alternativas como a Wise ou a Revolut

Caso tenha acabado de chegar a Portugal, é provável que ainda não tenha um comprovativo de morada disponível para apresentar no banco. No entanto, as contas da Wise e da Revolut fazem com que consiga contornar esta limitação, já que permitem apresentar documentos alternativos para fazer prova da sua morada e identidade e assim simplificar todo o processo. 

Desta forma, não tem que se preocupar com deslocações às finanças e toda a verificação é feita online, de forma prática e conveniente. 

Descubra a WiseMais provedores disponíveis

Como abrir uma conta bancária em Portugal

Muitos bancos portugueses já dispõem de processos de abertura de conta online, sem que tenha que visitar qualquer agência física. No entanto, no caso das contas para não residentes, a opção de abertura digital poderá não estar disponível por se tratar de um produto bancário ligeiramente mais complexo que as contas à ordem para locais.

Assim, a melhor forma de abrir a sua conta de não residente é ligar para o banco para perceber quais são as condições de abertura, marcando em seguida uma visita para si ou para o seu representante legal, se necessário.  

Posso abrir uma conta bancária em Portugal antes de chegar?

Sim, é possível fazê-lo através de um representante legal e poderá haver alguns bancos que lhe permitam tratar do processo pela internet, sobretudo se viver noutro país da União Europeia. 

Alternativamente, pode considerar as opções dos novos operadores digitais como a Wise ou a Revolut, que lhe permitem abrir uma conta multimoeda a partir de qualquer lugar e com pouca burocracia envolvida. 

Qual a melhor conta portuguesa para estrangeiros?

Compare na tabela abaixo diferentes soluções de conta para não residentes em Portugal:

FuncionalidadeWiseRevolutBNI EuropaBPI*
Conta em EUR e GBP
Número de moedas disponíveis523011
Abertura de conta antes de chegar ao paísSim (através de um representante legal)
Abertura online✅ 
Taxa de abertura0 €0 €5 000 € de depósito mínimo100 € de depósito mínimo
Taxa de manutenção0 € 

0 € - 13,99 € / mês

15 € / mês

3,11 € - 8,31 € / mês

Transferências internacionaisA partir de 0,41%

0% - 2,5%

0,26% (min. 31,20 €; max 124,80 €) - transferências não SEPA

0,21% - 0,26% (min 18,72 €; max.119,60 €) - transferências não SEPA

*Conta Valor BPI para não residentes

Como é possível verificar na tabela, as contas para não residentes dos bancos tradicionais implicam frequentemente o pagamento de custos de manutenção e depósitos mínimos elevados. Poderá ser ainda obrigado a dar poderes de representação a alguém em Portugal para conseguir abrir uma conta antes de chegar ao país.

As contas multimoeda da Wise e da Revolut, por outro lado, disponibilizam um processo de abertura de conta simplificado, sem depósitos mínimos, para além de ambas terem opções de conta isentas de custos fixos. As remessas internacionais também são mais competitivas através destes operadores especializados.

Descubra a WiseMais provedores disponíveis

Wise - conta multimoeda com +50 moedas 

A conta multimoeda da Wise pode ser aberta online, a partir de qualquer lugar, e utilizada em Portugal por estrangeiros e locais. Para além de não ter qualquer taxa de abertura ou custos de manutenção, tem a grande vantagem de permitir gerir mais de 50 moedas num só lugar. Assim, pode viajar entre diferentes países com uma única conta, que lhe permite converter o seu saldo à taxa de câmbio comercial.

A Wise é um operador especializado em transferências internacionais, que são transparentes e extremamente competitivas, oferecendo-lhe uma forma barata e intuitiva de enviar dinheiro entre dois ou mais países diferentes. 

Revolut - plafond de 1000 € para operações de câmbio

Na Revolut existem vários planos de conta disponíveis: um plano gratuito e três planos pagos que variam entre os 2,99 € e os 13,99 € por mês. No plano gratuito tem direito a plafond gratuito de 1000 € para fazer conversões de moeda durante os dias úteis, desde que estas não envolvam uma moeda considerada rara pela plataforma.

O processo de abertura de conta da Revolut é feito na aplicação e permite que a conta seja usada em várias partes do mundo. Para além de poder gerir o seu saldo em diferentes moedas, a Revolut também permite investir em ações, criptomoedas e metais preciosos. 

BNI Europa - conta remunerada para residentes nos estrangeiro

A conta do BNI Europa para residentes no estrangeiro está disponível em euros e dólares. A opção de conta em euros tem uma mensalidade de 15 €, enquanto a conta em dólares não tem custos de manutenção. A conta em euros remunera o saldo entre os 1000,01 € e os 5 000 € à taxa de 0,1% (TANB).

Ao contrário do que acontece com a maioria dos bancos tradicionais, o BNI permite abrir a conta para não residentes online, ainda que o processo não esteja automatizado: deve enviar um email ao banco a informar a conta que quer abrir, preencher e imprimir múltiplos documentos e enviá-los por correio, junto com a identificação dos titulares, para a sede do BNI Europa. 

BPI - múltiplas contas para não residentes

O BPI disponibiliza várias contas para não residentes, incluindo a sua Conta Valor, uma conta ordenado e contas em moeda estrangeira. No entanto, todos estes produtos bancários obrigam a uma visita presencial às agências do banco, que pode ser feita pelo próprio titular ou por um representante legal devidamente mandatado para o efeito. 

Na Conta Valor do banco, as transferências para fora do espaço SEPA podem ser bastante caras, mas por outro lado as transferências SEPA são gratuitas quando feitas online. Esta conta inclui 2 cartões de débito e 2 cartões de crédito, sendo que a mensalidade a pagar fica mais barata com a domiciliação de ordenado ou inclusão de outras aplicações financeiras.

Os custos de uma conta para não residentes

A abertura de uma conta para não residentes num banco tradicional tende a incluir um depósito mínimo, que pode atingir valores consideráveis. Os custos de manutenção também estão quase sempre presentes, a não ser que opte pelas alternativas digitais da Wise ou da Revolut. 

Enviar uma remessa de volta para o seu país de origem ou fazer uma transferência para outro local fora da Europa pode ter custos bastante significativos, sendo as transferências SEPA mais baratas ou mesmo gratuitas. Os operadores digitais são quase sempre a forma mais rápida e barata de enviar dinheiro para um país fora do espaço SEPA.

Descubra a WiseMais provedores disponíveis

Dicas para enviar dinheiro para o estrangeiro

Fazer uma transferência internacional pode acabar por ser muito mais cara do que antecipado, sobretudo se houver conversão de moeda na operação. Isto acontece porque os custos escondidos na taxa de câmbio nem sempre são incluídos nos cálculos. 

Assim, para perceber corretamente o custo de uma transferência deve considerar dois fatores:

  • Tarifa da transferência

  • Taxa de câmbio

A Wise aplica sempre a taxa de câmbio comercial nas suas transferências, mas este não é o procedimento mais comum. Desta forma, só incorporando os dois fatores mencionados acima, e fazendo as contas ao valor final que vai ser recebido no destino, pode saber exatamente quanto vai custar a sua transferência.

Sempre que possível, simule a sua transferência antecipadamente. Caso essa opção não esteja disponível, já que a maioria dos bancos tradicionais não incluem simuladores no seu site, contacte o banco e peça uma simulação ou que lhe indiquem a taxa de câmbio que estão a praticar nesse dia. 

Conclusão

Não abundam as opções de conta para não residentes disponíveis em Portugal. Caso pretenda abrir a sua conta antes de chegar ao país, as possibilidades são ainda mais escassas e podem obrigar a que nomeie um representante legal para tratar do processo em seu nome junto do banco.

Para contornar as limitações impostas a não residentes, que na maioria dos casos ainda não possuem documentação oficial portuguesa, pode recorrer às contas multimoeda digitais, cada vez mais populares e uma opção bastante vantajosa para quem viaja com frequência ou vive entre dois ou mais países.

Descubra a WiseMais provedores disponíveis

FAQ: 

Um estrangeiro pode abrir uma conta em Portugal?

Sim, mas terá a vida mais facilitada se for cidadão da União Europeia ou se tiver residência oficial num dos Estados-membros.

Quanto custa abrir uma conta em Portugal?

Por norma não existem taxas de abertura nas contas à ordem, mas os depósitos mínimos podem atingir os 5 mil euros.

Posso abrir uma conta bancária online em Portugal?

Sim, existe um leque restrito de bancos que o permite e ainda as contas multimoeda da Wise e da Revolut.

Posso abrir uma conta em Portugal antes de chegar?

Sim, é possível abrir uma conta em Portugal a partir do estrangeiro, mas pode ter de nomear um representante legal no país para o conseguir fazer. Alternativamente, pode recorrer às contas digitais da Wise ou da Revolut.

Ivo Borges
Por Ivo Borges
Atualizado em 3 de janeiro de 2023